Have an account?

Pesquise no Blog

terça-feira, 8 de março de 2011

Se sinto medo, escrevo, desabafo...sou frágil.sou rocha..

Depois de quebrar algumas vezes, ou muitas, a cara, paramos de nos debater contra a correnteza, e jogamos tudo para o alto, em um belo e sonoro: DANE-SE, já foi! Não para desistir, mas para se reconstruir do zero, ser mais objetiva, dar-se a ocasião de reconhecer-se fraca(o) e humana(o) e, por isso mesmo, assim como todos são. Há os que nunca perdem a coragem e vontade de lutar, apesar de dizerem que não, sinceramente ainda não conheci ninguém que em dado momento não tenha sentido desânimo, até Jesus teve a sua convicção posta á prova. E não é errado, não é anormal. Não há vergonha!


aperte ESC(não funciona no google chrome)


"Vocês já observaram flores que ficam muito tempo sem água? Elas murcham, ficam abatidas. Mas em geral é suficiente um copo de água fresca e logo depois elas reerguem-se, como muitas quando recebem o sereno na madrugada. Chegam prontas para enfrentar o dia. E é assim conosco."


E se as lágrimas escorrerem?E daí? Elas vão vir sem pedir licença quando menos esperar! E que venham os tempos de estiagem! A pobreza de espírito, a revolta momentânea, a raiva, o stress, a loucura do deserto e das Trevas. Venha e passe como a tempestade e seja breve, Para que não morramos de fraqueza e luto, que a noite chegue trazendo consigo a calmaria do silêncio, que a primavera volte logo!


Perdi as contas, em meio ao cansaço, depois de respirar fundo e refletir que as soluções para os meus problemas estavam mais próximos do que pude visualizar em tempo de cegueira.

Ou das sensações de perda, momentos em que acovardei e ponto de vista equivocados.

Erramos todos os dias! E só erram os corajosos, os que arriscam. VIVEM!


Então o que posso desejar senão que sejamos francos e saibamos respeitar nossos momentos.

Deixa passar, respire...inspire....suspire.. vá roer unhas! Simplesmente como o Trem, passar em meio a paisagem mórbida do momento...que passe...passa...passe....serão "PIUÍIIS" verdadeiros e sonoros, sensações.


Permita-se Ser, e seja sem neuras e cobranças desenfreadas de que o "não posso" o assombre nas horas de desânimo. O pecado assiste em todos nós. O termômetro do crescimento.

"quando estiveres à beira da explosão na cólera, cala-te mais um pouco e o silêncio nos poupará enormes desgostos"   Chico Xavier (André Luiz)

Se se despir de rótulos, o fazer mais leve, sem preconceitos. Dizer e aceitar seus próprios demônios, ajudará enxergar com mais amplidão o caminho mais claro, mais alvo. Desde que a convicção não desfaleça, desde que o sonho não morra, desde que as pessoas não o convençam de que é de fato um perdedor., de fato uma parte do plural.


Que não seja fabricado por imposição alheia.


A sua história faça você: Antagonista ou Protagonista, escreva!


Errar mesmo e dái? VAI DE NOVO....e vou..e vai..e vamos..é não desistir! "BIBI-FÓNFÓM" sai da frente que vamos passar!


Reconheçamos o poder do alheio sem esquecer do que realmente somos capazes. Que as mentiras não confundam as nossas verdades. Que a neve não congele o nosso "Eu".


E sempre que cair, haja força para levantar e continuar caminhando de cabeça erguida, até sangrar ou até vencer, porque derrotas não há para o "de cujus".


Não podemos impedir as mudanças, mas perder o entusiasmo e permitir que outros façam as nossas escolhas, jamais!

Depois de várias tempestades e naufrágios, o que fica em mim é cada vez mais essencial e verdadeiro. Caio F.Abreu

"O tempo é que mostra o que realmente valeu a pena,

o tempo nos ensina a esperar, o tempo apaga

o efêmero e acaba com a dúvida."(C.A)



.....


Por que toda dor é passageira, um trem parado perde o seu valor e toda NEVE terá que derreter.


E perder tempo em "ênfases" dolorosas e deixar "vulgarizada" a alegria, insensatez dos medíocres.


Recauchutar, há de ter os seus méritos.


Mesmo que se tenha medo do abismo.


Há mais razão de ser em meio aos temores.


Abração de Ursa da Pipoca.

2 comentários:

Andréa Ávila disse...

Oi CatiaPipoca.
Parabéns pelo excelente artigo.
São texto como esse que nos empurram para a frente, nos dão forças para continuar errando, acertando, errando novamente... mas sem nunca deixar nossos sonhos morrerem.
UM abraço.

Blog do JB PIRES disse...

Diante de todos os fatos e desabafos, cabe a nós uma certeza concreta, que errar é humano e permanecer nele é burrice. A vida é feita para aqueles que não tem medo de viver e sonhar,pois esses sim tranformam o mundo.

Parabens pelo post, some não viu!

Beujão

Postar um comentário

Sejam todos bem - vindos ao espaço dos amigos.