Have an account?

Pesquise no Blog

segunda-feira, 19 de março de 2012

Nesta Ordem - Mamãe Rolinha

Fotografei com detalhes durante três semanas, mais ou menos, uma família se formando. Era uma rolinha que havia feito um ninho em uma árvore que fica na minha varanda, mais precisamente em meu quintal. Completamente dedicada, ela passou dias em seu ninho, sem sair para nada, apenas o macho vinha trazer alimento duas vezes ao dia, não consegui fotografá-lo, pois quando ele vinha, não batia com meus horários, apenas uma vez o vi rapidamente, dando de comer para ela.
No momento em que os fofinhos nasceram foi que ela saiu em busca do alimento deles. 

 Quando esta ave namoradeira surgiu em meu quintal bem pertinho de mim, não resisti e fiz questão de acompanhar todos os dias.  Bastava apenas me debruçar na varanda e acompanhar. disse namoradera, pelo fato de sempre ter um ou dois casais nesta mesma árvore namorando e sem cerimônia, rsrsrs.



 Já dava para ver duas figurinhas.

Já não dava mais para mamãe ficar no ninho.

Mesmo tão pequenos consegui identificar um mais dengoso e outro mais comilão. O dengoso sempre mais escondidinho o que sempre espera a hora do lanche, está com a cabecinha mais para fora.

Os dois sozinhos no ninho, esperando a hora do almoço.

Apesar deles se deixarem fotografar por mim, eu procurei respeitar as refeições, não tirei fotos dela lindamente os alimentando, sempre que me aproximava para capturar a imagem, ela parava de dar o alimento, então deixei que ela os alimentasse em paz, ao menos ela me deixava olhar. Hahaha!!


Já com peninhas e suas cores características.
Hora do treinamento. Percebi algo interessante neste momento, o mais dengoso dos dois estava no topo do ninho e o mais guloso pertinho da mãe, parecia estar sendo encorajado, não me perguntem como eu os identificava, pois eu não sei explicar. Hehe!!


Meu momento adeus, seguiram livres para continuar a vida.
Eu amei cada pequeno e exuberante momento, a natureza é fascinente em toda a sua simplicidade.



6 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Realmente, Dani, a natureza é fascinante! E tu, amiga, és uma pessoa Incrível. Teu nome é amor. Tuas atitudes falam.
Um abração. Tenhas uma linda semana.

Dani Sans disse...

Olá Dilmar, amigo muito obrigada pelo carinho e visita, volte mais vezes.
Um simples bichinho de penas nos deixam sem ação por uns dias e algumas horas, rsrsrs, só para observá-los.

Abração!!

envialinks.notícias disse...

muito lindo!

Sissym disse...

Eu adoro rolinhas. Quando criança sempre havia uma ou outra que entrava nas gaiolas dos galos, então meu pai ia salva-las e nos deiixava dar carinho. A pelugem é algo tão delicado.

Bjs

Dani Sans disse...

Edilene, lindinhos né? Obrigada amiga!!

Dani Sans disse...

Sissy, elas são super romanticas, precisa ver os anamoricos, minha mãe fala, queis bichinhos que gostam de um namoro, rsrs, volra e meia tem um casal só no love, kkkkkk.
nossa amiga, ainda bem que tinha seu papi, tadinhas, elas são macias, já voi como elas cantam, elas parecem dançar quando estaõ dançando, rsrsrs.
Beijão Amiga!!

Postar um comentário

Sejam todos bem - vindos ao espaço dos amigos.