Have an account?

Pesquise no Blog

sábado, 26 de fevereiro de 2011

MEME literário: Minhas sugestões e indicações.


Olá amigos (as) do Rios Solaris
Recebi da amiga Alba Simões o maravilhoso convite para participar de um Meme literário. Como tenho um fascinio indelével por leitura e música, fiquei muito feliz. Sem falar do fato de que a Alba é uma referência para mim, nesta seara.
Obrigada querida, pelo carinho e amizade.
Obrigada pelo apoio constante à esta minha Travessia.


Pelas regras, devo indicar três livros que penso, valem a pena serem relidos. Como indicação não é sinônimo de imposição, não vejo nenhum problema fazê-la. Eu por exemplo, adoro receber indicação de leitura e música.

1-Existe um livro que você leria várias vezes, sem se cansar? Qual?


-Resposta: Chega de Saudade – A História e as Histórias da Bossa Nova, de Ruy Castro.


2-Se você pudesse escolher apenas um livro para ler o resto da sal vida qual seria?


-Resposta: Tomates verdes fritos, de Fannie Flagg (o filme também é maravilhoso).


3-Indique 3 dos seus livros preferidos.
4-Indique 10 blogs para participar deste Meme.
5-Link o Blog que te indicou.
Minhas indicações:


Em Algum Lugar do Passado


Universidade de Millfield, maio de 1972, um jovem teatrólogo conhece na noite de estréia da sua primeira peça uma senhora, idosa, que lhe dá um antigo relógio de bolso enquanto, em tom de súplica, lhe diz: "volte para mim". Ela se retira sem dizer mais nada, deixando o jovem intrigado enquanto volta para seu quarto no Grand Hotel. Chicago, 1980. Richard não consegue terminar sua nova peça, assim decide viajar sem destino certo e resolve se hospedar no Grand Hotel. Lá resolve visitar o Salão Histórico, que esta está repleto de antiguidades e curiosidades do hotel. Fica encantado com a fotografia de uma bela mulher. Como não havia plaqueta de identificação Richard procura um antigo funcionário do hotel, que diz para Richard que o nome dela é Elise McKenna, uma atriz famosa que fez uma peça no teatro do hotel em 1912. Richard fica tão obcecado com o rosto de Elise que decide não partir e então vai até uma biblioteca próxima, onde pesquisa sobre McKenna. Para sua surpresa descobre que Elise é a mesma mulher que lhe deu o relógio. O final surpreendente, só lendo...


Na Época do Ragtime


Ragtime (também ragged-time) é um gênero musical norte-americano que teve seu pico de popularidade entre os anos 1897 e 1918. Tal gênero tem tido vários períodos de renascimento, ainda hoje são produzidas composições. ... 
EUA, década de 20: Uma série de conflitos sociais e políticos estão acontecendo. É neste cenário que várias histórias se cruzam e personagens interessantes interagem, mostrando um retrato fiel de como nasceu uma das maiores nações do mundo. Uma poderosa família aristocrata encontra um recém-nascido negro abandonado em seu quintal. A dúvida surge quando a esposa quer cuidar da criança e o marido, apesar de não gostar, aceita. Pouco tempo depois, a mãe do bebê aparece e também fica sob os cuidados da família. 
Uma jovem e bonita artista é casada com um influente empresário. Quando uma estátua de uma mulher nua é colocada na rua e as semelhanças com a moça são evidentes, o marido vai até as últimas consequências para manter sua moral intacta. Um músico negro é vítima de preconceito em plena rua, apenas por ser melhor sucedido que um bando de bombeiros e ter um carro particular. Nem mesmo a justiça pode ajudá-lo, então, ele resolve acertar as contas por sua própria conta. Todas essas histórias se cruzam e seu desfecho é surpreendente! 


A Arte da Guerra de SUN TZU


Uma obra genial que poderia ter evitado a guerra do Vietnã, da Coreia (Sul versus Norte), a invasão das Bahia dos Porcos (Cuba), o desmembramento do Império Britânico, e as I e II Guerras mundiais.
Pode parecer estranho, mas segundo James Clavell, escritor e autor dos livros Xôgum e Casa Nobre, é uma pequena obra composta apenas por XIII Partes, e escrita na China há cerca de 2.500 anos.
Ainda segundo Clavell, é uma obra que deve ser lida não apenas por comandantes ou oficiais. Mas também, por qualquer pessoa interessada na construção da paz.


Meus indicados:
José Fontes de Santa Ana - http://josefontedesantaana.blogspot.com
Evaldo Abadio Caetano - http://justaluasossegorima.blogspot.com
Célio Roberto Pereira - http://historiofobia.blogspot.com
Célia Regina - http://saofranciscobyceliaregina.blogspot.com
Atena - http://www.expandiraconsciencia.blogspot.com
Drauzio Milagres - http://drauziomilagres.blogspot.com
Alexandre Mauj - http://lostinjapan.portalnippon.com
Fabio Siebra - http://bitscaverna.com.br/meupensar
Josy Nunes - http://www.bananacomfarinha.blogspot.com
Glauco Silva - http://glaukitos.blogspot.com

3 comentários:

Dani Sans disse...

Beth, concordo com você indicação de livros é sempre bom, indicar os amigos é que é uma saga, rsrsrsrs, e quando queremos encontar os que ainda não foram indicados é que sabemos as dificuldades.

Minha linda você é rica mesmo, eu indiquei apenas um, até porque ele já vale por três, hahahahaha!!!

Gostei muito de suas indicações acho que vão gostar, eu li dois dos livros indicados "Em algum lugar do Passado" e "A arte da guerra de Sun Tzu".
Este último eu li por imposição da Faculdade,rsrsrs, porém gostei tanto que li com prazer e tenho ele como um dos melhores.

Obrigada por mais esta riqueza.

Beijos querida!!

CatiaPipoca disse...

Beth, adorei as suas indicação.
Em algum lugar do passado e Tomates verdes fritos, vi apenas os filmes, e amei.
-
A arte da Guerra é um livro do qual pretendo ler, loguinho.
Ótimo gosto que você. Parabéns. Perfeitos.

CatiaPipoca disse...

"òtimo gosto que vc tem." Bjão

Postar um comentário

Sejam todos bem - vindos ao espaço dos amigos.